ASSINE
Renato Guerón
Renato Guerón
1943
2021

“Uma corrente virtuosa em prol do desenvolvimento”

Despedida a Renato Guerón

Publicado em 06/04/2021 às 18h46

Era década de 1990. No Espírito Santo grandes empresas do setor industrial passavam por importantes mudanças como privatização, abertura de capital e ampliações. Na diretoria de uma delas, a Aracruz Celulose, estava Renato Guerón, autor da frase que inicia essa publicação.

Mas algo o inquietava. De dentro do mercado percebia que o crescimento deveria ser acompanhado de responsabilidade social. Pensava que grandes empresas poderiam e deveriam ajudar as pequenas. Assim, juntas, formariam uma cadeia produtiva sustentável.

O desenvolvimento de uma cadeia qualificada de fornecedores se tornou uma metodologia, inicialmente chamada Potencialização do Fornecimento Local, e teve o apoio da Findes, Sebrae, Bandes, Sindifer, Sinduscon e Cdmec. O resultado alcançado superou as expectativas, transformando-se então em um programa, o PDF - Programa de Desenvolvimento de Fornecedores. A partir de então, em várias regiões do Estado, pequenos empreendimentos foram preparados para atenderem às demandas das grandes empresas.

Naquela época, pequenas empresas, que contavam com 30 ou 40 empregados, receberam o apoio que precisavam para crescer. E cresceram tanto que se tornaram importantes, inclusive realizando parcerias internacionais, sempre estimuladas por Guerón. Hoje, as mesmas empresas empregam milhares de pessoas e expandiram a atuação para outros Estados e até outros países, tendo se tornado referência no que fazem.

Esse é o legado deixado por Renato Guerón que hoje se despede de nós. Como lembram seus amigos capixabas, empresários que participaram dessa história, Renato sempre pautou pela tranquilidade, responsabilidade e cobrança ética. Quem conviveu com ele aprendeu que trabalhando com planejamento, organização e controle, quando as oportunidades são dadas, o resultado é alcançado.

Que o desejo de Guerón de ver o crescimento da indústria acompanhado da responsabilidade social possa ecoar e continuar frutificando em solos espírito santenses e onde mais se entender que esse é o caminho para uma sociedade mais sustentável.

Muito obrigado, Renato Guerón (1943 – 2021)

Dos amigos da DVF, Estel, Fortes, Frioar, Imetame, Meta e Time Now

Obituário

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.