ASSINE

Fumaça perto do Mestre Álvaro intriga moradores da Grande Vitória

É possível ver a concentração de fumaça de diferentes pontos da Grande Vitória

Publicado em 03/03/2019 às 20h01

Quem passa pela Terceira Ponte na tarde deste domingo (03) consegue ver uma grande concentração de fumaça próximo ao Mestre Álvaro, na Serra. A fumaça também pode ser vista de outros pontos da Grande Vitória.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, uma equipe foi acionada para atender a uma ocorrência de incêndio em vegetação na altura da localidade de Cantinho do Céu, na Serra, na tarde deste domingo (3).

"Equipes foram enviadas ao local e estão realizando o combate às chamas, que está em andamento", diz a nota dos bombeiros.

Em anos anteriores, moradores da região sofreram com a queima da turfa perto do Mestre Álvaro. Perguntada, a corporação respondeu que "não existe informação de que o fogo tenha atingido o material de turfa até o momento".

CHEIRO DE QUEIMADO

Desde a última segunda-feira (25), moradores da Grande Vitória reclamam do forte cheiro de queimado. Neste sábado (02), o Corpo de Bombeiros identificou a causa da fumaça que tanto atormenta a população.

Um incêndio em uma área de mata nativa na região de Santa Cruz, em Aracruz, é apontado pelo Corpo de Bombeiros como o causador da fumaça.

Segundo o tenente-coronel Carlos Wagner, em entrevista para a Rádio CBN Vitória, na manhã deste sábado (02), o fogo, que pode ter origem criminosa, com característica de ação pessoal, foi descoberto após um sobrevoo (veja vídeo abaixo) feito na manhã de hoje.

"Hoje pela manhã nós embarcamos na aeronave do Notaer com nossas equipes para tentar localizar esse ponto de incêndio que estava gerando essa fumaça que incomodava, principalmente, os moradores da Grande Vitória. Fizemos um sobrevoo na Região Metropolitana, em áreas caracterizadas de turfa, e fomos nos deslocando para o interior do Estado. Quando chegamos na localidade de Santa Cruz, perto do trevo de Aracruz, localizamos um incêndio em uma área de mata nativa, remanescente de mata atlântica, ao lado de uma plantação de eucalipto. Ali está tendo um incêndio de médio porte onde, durante o dia, na maior parte das vezes, a fumaça fica acumulada na copa das árvores, porque são árvores de porte maior e, à noite, quando o vento está soprando numa velocidade maior, na direção Nordeste, traz a fumaça de Santa Cruz para a Região Metropolitana da Grande Vitória", informou o tenente-coronel.

De acordo com o tenente-coronel, tão logo o incêndio foi identificado, foram mobilizadas as equipes de Aracruz para combater o fogo já na manhã deste sábado.

"É uma área grande que está queimando. É uma área que vai necessitar de uma aeronave para levar a equipe até o local, porque é uma mata bem fechada. Assim que o pessoal estiver no local inicia-se o combate. Esperamos que de hoje (sábado) para amanhã (domingo) já tenhamos solucionado esse problema em grande parte", finalizou.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.