Coronavírus: custos disparam e hospitais filantrópicos no ES pedem ajuda

A Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Estado do Espírito Santo (Fehofes) divulgou uma cartilha que demonstra o impacto do cenário da Covid-19 no aumento de consumo e dos preços nos hospitais filantrópicos capixabas

Publicado em 27/03/2020 às 20h07
Atualizado em 28/03/2020 às 14h20
Hospitais filantrópicos no ES pedem ajuda para enfrentar aumento dos custos decorrentes da pandemia
Hospitais filantrópicos no ES pedem ajuda para enfrentar aumento dos custos decorrentes da pandemia. Crédito: Fehofes

A Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Estado do Espírito Santo (Fehofes) divulgou uma cartilha que demonstra o impacto do cenário da Covid-19 no aumento de consumo e dos preços nos hospitais filantrópicos capixabas. Nos 29 centros de saúde considerados para o estudo, foi percebido um aumento de mais de R$ 7 milhões em gastos com itens de uso diário, como luvas, máscaras, óculos de proteção e aventais. Diante disso, a federação pede ajuda para cobrir os valores inesperados.

Para ilustrar, o custo geral com os 29 hospitais foi, em janeiro, de R$ 1.382.808 e, em março, com a crescente quantidade de casos confirmados de coronavírus no Estado, o valor aumentou para R$ 8.781.246.

De acordo com o presidente da Fehofes, Fabrício Gaeede, ainda não é possível falar em risco de fechamento de hospitais, mas a situação é alarmante. “Tivemos uma variação média de 318% no consumo de alguns itens. O consumo era normal em janeiro, mas, com o novo cenário, tivemos alavancagem no uso de luvas, óculos de proteção, máscaras e aventais. No caso da máscara N95, houve aumento de 900% no consumo”, relatou.

“Fora o consumo, também aumentaram os preços de cada item, que estão absurdos. Máscaras de R$ 3 que chegaram a R$ 15 e até a R$ 40. O risco de fechamento dos hospitais a princípio não existe, mas fica comprometida a qualidade da assistência e a segurança dos funcionários. Queremos chamar atenção para o aumento, tentar buscar parcerias para ajudar os hospitais filantrópicos.”

NECESSIDADE DE DOAÇÕES

Apesar dos recursos financeiros que vêm do Ministério da Saúde, que chegam a cobrir 60% dos gastos hospitalares, segundo estudo da Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas (CMB), serão necessárias, em virtude das mudanças de contexto trazidas pelo novo coronavírus, doações que partam da sociedade.

“Contamos com doações e até com a indústria ajudando a fornecer itens. Estamos estudando se existem máscaras de indústrias que podem ser usadas nos hospitais. A grande questão é que, apesar de alguns centros hospitalares não estarem classificados para atender a Covid-19, alguns itens são comuns ainda assim, o que acaba impactando também na atividade desses hospitais.”

Para os interessados em deixar uma doação, a Fehofes disponibilizou os dados bancários. Segundo Gaeede, a federação deverá destinar a quantia para as instituições de forma justa. 

Dados bancários da Fehofes:

  • CNPJ 36.010.338/0001-71
  • Banco do Brasil
  • Ag. 0021-3
  • C/C 10173-7

Para quem preferir, há a opção de contribuir diretamente para hospitais específicos. Os contatos e as informações bancárias estão no documento anexo

Lista de hospitais filantrópicos no ES

OS HOSPITAIS FILANTRÓPICOS NO ESTADO

No Espírito Santo estão presentes 38 hospitais filantrópicos, distribuídos em 34 municípios, sendo que em 27 destes há apenas hospitais filantrópicos. Esta rede inteira corresponde a cerca de 70% de toda a cobertura do Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado. “Neste número, temos hospitais de grande porte, que realizam o consumo de aproximadamente R$ 2 milhões por mês e outros hospitais pequenos com consumo de R$ 150 a 200 mil por mês”, explicou.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.