ASSINE

Cobrança de pedágio em sentido único vale a partir da 0h deste domingo

Valor do pedágio sai de R$ 1 e sobe para R$ 2, mas somente será cobrado para quem sair de Vila Velha

Publicado em 16/06/2018 às 16h20
Cobrança unilateral do pedágio passa a valer a partir deste domingo. Crédito: Gazeta Online
Cobrança unilateral do pedágio passa a valer a partir deste domingo. Crédito: Gazeta Online

Os condutores que usam a Terceira Ponte só pagarão pelo pedágio no sentido Vila Velha x Vitória a partir da 0h deste domingo (17). Neste novo modelo, por exemplo, o valor cobrado pelo pedágio para carros— que é de R$ 1 — sobe para R$ 2 (veja abaixo a tabela com os outros valores).

A mudança no sistema de cobrança é uma determinação da Agência de Regulação de Serviços Públicos do Espírito Santo (Arsp) à concessionária Rodosol, que administra a ponte. O objetivo da medida, que tem prazo inicial de 30 dias, é melhorar o trânsito de Vitória. "Há um potencial de melhoria na mobilidade urbana da região com a mudança”, destacou, na última quinta-feira (14), Julio Castiglioni, diretor-presidente da agência.

A expectativa, segundo a subsecretária de Transportes do Governo do Estado, Luciene Becacicci, é de que a mudança permita uma redução de 10% no tamanho das filas no entorno da ponte. “O que resultará ainda em uma redução média de 10% nos tempos das viagens”, explicou.

Os estudos realizados pela Secretaria de Estado dos Transportes e Obras Públicas (Setop) em conjunto com a Arsp levaram em consideração dados do período de pico do trânsito na ponte, no intervalo de 16h30 e 19h30.

Entre 17h15 e 18h15, passam pela ponte no sentido Vitória-Vila Velha, aproximadamente, 3.500 veículos. A medida a ser implementada vai eliminar as retenções das cancelas e reduzir a lentidão da rampa provocada pela parada e aceleração nas cabines.

Nos próximos 30 dias, a mudança será avaliada por uma equipe formada pela Arsp, Setop, Rodosol e Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, além das Guardas de Vitória e Vila Velha. Eles vão monitorar os reflexos da mudança e se haverá necessidade de novos ajustes.

Por nota, a concessionária Rodosol informou que “apoia todas as iniciativas que visam a melhoria da mobilidade urbana como o estabelecimento da cobrança unidirecional do pedágio da Terceira Ponte, sugerido por estudos técnicos realizados por órgãos do poder concedente”.

Informou ainda que “promoverá a sinalização adequada para adaptação desse novo fluxo de tráfego, em cooperação com as autoridades de trânsito.

O QUE DIZEM ESPECIALISTAS?

Segundo o engenheiro Paulo Lindoso, a medida vai melhorar a fluidez do trânsito e evitar congestionamentos. Ele explica que esse tipo de ação já foi adotada em outros lugares, como na Ponte Rio-Niterói, no Rio de Janeiro, e foi positiva. “O pedágio retém veículos em alguns bairros de Vitória, a liberação das cabines vai ajudar.”

O doutor em engenharia de transporte, Rodrigo Rosa, acredita que a estratégia pode melhorar o fluxo de Vitória a Vila Velha, mas continuaria ocorrendo a retenção do lado que será cobrado. “Outro problema seria a questão do fluxo de caixa. As pessoas podem querer voltar de Vitória passando pela Avenida Carlos Lindenberg, por exemplo”, comenta.

No entanto, os dois especialistas dizem que há outras medidas a serem adotadas para desafogar o trânsito da ponte e melhorar a mobilidade urbana, como o aquaviário. “É vergonha uma ilha não ter transporte marítimo, isso precisa ser mais discutido”, diz Lindoso.

Quem comemora a decisão da mudança no pedágio é o diretor da Associação de Moradores, Empresários e Investidores da Enseada do Suá, Eduardo Borges. Ele afirma que há três anos esse pedido era feito à Rodosol e ao governo do Estado porque o pedágio causa engarrafamento na Enseada do Suá, em Santa Helena e na Praia do Suá. “Acredito que vai reduzir o engarrafamento nesses bairros, que são divididos pela praça do pedágio”, observa. 

A Gazeta integra o

Saiba mais
terceira ponte

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.