ASSINE

Linhares vai fechar comércio às segundas-feiras; veja as novas regras

Supermercados, hipermercados, "atacarejos", mercearias, açougues, autosserviços e hortifrutigranjeiros poderão ter atendimento presencial apenas de terça-feira a sábado, em horário normal de funcionamento

Publicado em 05/07/2020 às 13h03
Atualizado em 05/07/2020 às 21h54
Linhares confirma a quinta morte em decorrência da Covid-19
Comércio de Linhares contará com novas regras a partir desta segunda (6). Crédito: Prefeitura de Linhares/Divulgação

Quinto município do Espírito Santo com maior número de infectados pelo novo coronavírus, com 2.283 casos, de acordo com dados divulgados no sábado (4) pelo Painel Covid-19, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), Linhares vai endurecer ainda mais as normas de funcionamento do comércio a partir desta segunda-feira (6). De acordo com as novas regras, o comércio no município não poderá ter atendimento presencial às segundas-feiras.

De acordo com informações divulgadas pela Prefeitura de Linhares neste sábado (5), supermercados, hipermercados, "atacarejos", atacado de venda ao consumidor, mercearias, açougues, autosserviços e hortifrutigranjeiros poderão ter atendimento presencial somente de terça-feira a sábado, em horário normal de funcionamento. O novo decreto ainda determina a proibição da prática de delivery também aos domingos e segundas-feiras. 

A medida é válida por tempo indeterminado e começa com a entrada de Linhares na categoria "risco alto" no  Mapa de Risco do Governo do Estado, atualizado neste sábado. 

NORMAS

Farmácias, padarias, telecomunicações, saneamento básico e cuidados médicos, além da atuação de outros profissionais que são considerados imprescindíveis, estão mantidos sem nenhuma mudança.

Restaurantes, Lanchonetes, Sorveterias e Açaiterias, também tiveram suas atividades alteradas, de acordo com o novo decreto. De segunda a sexta-feira, fora do horário das 10h às 16h, e aos sábados e domingos, fica admitida a possibilidade de retirada de produtos pelo cliente na área externa do estabelecimento, bem como entregas na modalidade delivery.

O comércio considerado não essencial permanece fechado aos sábados, domingos e segundas-feiras, inclusive com a proibição da modalidade delivery, podendo funcionar apenas de terça a sexta-feira, das 10h às 16 h, independente do segmento, sem rodízio dos segmentos em dias pares ou ímpares.

Para todos os segmentos do comércio, de terça a sexta-feira, não é aplicada a limitação horária de funcionamento para entregas de produtos na modalidade delivery (no domicílio do cliente), ficando proibida a retirada de produtos pelo cliente no estabelecimento, ainda que na área externa, fora do horário de funcionamento de 10h às 16h. Além disso, fica proibido o consumo presencial em lojas de conveniência.

MUDANÇAS

Na noite da última sexta-feira (3), o governador Renato Casagrande anunciou que os municípios do Espírito Santo com população inferior a 70 mil habitantes terão autonomia para determinar o horário de funcionamento do comércio. De acordo com dados do IBGE, 67 municípios capixabas estão enquadrados nessa classificação e terão essa autonomia. Continuam seguindo a regra atual de horário do comércio as cidades da Grande Vitória além de Cachoeiro de Itapemirim, Linhares, São Mateus, Guarapari, Colatina e Aracruz.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Linhares Coronavírus no ES Covid-19 linhares Comércio

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.