ASSINE

Veja qual região do ES está mais perto de migrar para o risco muito baixo

Nova classificação vai permitir abertura de boates e realização de grandes eventos, como shows. Saiba como está a situação da vacinação em cada microrregião e as metas

Publicado em 15/10/2021 às 20h51
Vacinação contra Covid-19 na Serra
Vacinação é critério para liberação de shows e boates. Crédito: Edson Reis/Secom-PMS

Apesar da expectativa da Secretaria de Estado da Saúde de que algumas regiões do Espírito Santo conseguissem cumprir os critérios para entrar na classificação mais branda na próxima semana, isso não ocorreu no mapa de risco apresentado nesta sexta-feira (15).

A microrregião Sudoeste Serrana continua sendo a que está mais próxima de atingir o risco muito baixo. Isso significa, entre outras medidas, a liberação de atividades como grandes eventos e boates.

Há a previsão de que o mapa do Estado esteja todo azul ainda no mês do novembro, com todas as 10 microrregiões classificadas como risco muito baixo.

Atualmente, a região Sudoeste Serrana lidera a vacinação de adultos com 73%. Já o Litoral Sul vacinou 86% dos adolescentes e a região Metropolitana vacinou 79% dos idosos.

Nível de vacinação nas microrregiões do Estado
Nível de vacinação nas microrregiões do Estado. Crédito: Reprodução/Twitter/Renato Casagrande

Para chegar ao risco muito baixo, é preciso alcançar os seguintes critérios:

  • 80% de vacinação com duas doses ou dose única de adultos com mais de 18 anos;
  • 90% de vacinação com pelo menos uma dose de adolescentes entre 12 e 17 anos;
  • 90% de vacinação de idosos com a dose de reforço;
  • Todos os municípios da região têm que disponibilizar um local de testagem livre. 

O risco muito baixo é uma nova classificação para transmissão da Covid-19. Essa categoria, identificada com a cor azul no Mapa de Risco, retira as restrições  impostas nas demais classificações. Contudo, exigências como uso de máscaras e a comprovação de vacinação são exigidos. 

Ao contrário das classificações anteriores, o risco muito baixo é alcançado por microrregião administrativa e não por municípios. Quando os municípios que compõem alguma das 10 microrregiões atingem as exigências definidas pelo Estado, a região toda migra para a cor azul. Uma vez no risco muito baixo, o local não volta mais para as classificações mais restritivas, a não ser em caso de nova emergência sanitária.

QUAIS CIDADES COMPÕEM CADA MICRORREGIÃO ADMINISTRATIVA DO ESTADO

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.