Menina que teve corpo queimado em julho tem alta do hospital no ES

O caso aconteceu em Marechal Floriano, na Região Serrana. A criança, que teve o corpo queimado pelas chamas de um fogão à lenha, foi trazida para Vitória em um helicóptero do Notaer

Publicado em 11/09/2020 às 21h21
Fachada do Hospital Infantil de Vitória
Fachada do Hospital Infantil de Vitória. Crédito: Sesa/Reprodução

A menina de 8 anos que teve cerca de 50% do corpo queimado após um acidente com um fogão à lenha no início de julho teve alta do Hospital Infantil de Vitória nesta sexta-feira (11). Segundo o médico Vitor Moreira, em entrevista à TV Gazeta, foi preciso fazer  um enxerto de pele na paciente. Isso significa que partes da pele de outros locais do corpo da criança foram colocadas nos ferimentos causados pelas queimaduras.

O acidente aconteceu em Marechal Floriano, na Região Serrana do Espírito Santo, onde a família da menina mora. A criança foi trazida para a capital em um helicóptero do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo (Notaer).

A menina se feriu após uma outra pessoa tentar acender o fogão com lenha, plástico e uma garrafa descartável, com uma substância não identificada. Após riscar o fósforo, as chamas ficaram descontroladas e atingiram a menina no rosto e no braço.

O tratamento, que durou 60 dias, foi encerrado com êxito e a criança teve alta para a alegria da família e dos médicos.

"Graças a Deus mais uma criança saindo. Nosso serviço é referência no Estado, o índice de mortalidade é bem pequeno e a maioria sai com sucesso", disse a Dra. Maria Ribeiro, que participou da reabilitação da menina.

A mãe comemora que após chegar ao hospital em coma, com o "corpo bem queimado", a criança de 8 anos conseguiu sair "muito bem".

Marechal Floriano Saúde Vitória (ES) Notaer crianca medicina Incêndio

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.