ASSINE

Homem atingido por marquise em Vitória: "Quando percebi, já estava no chão"

O ambulante Willian Barbosa de Oliveira, de 44 anos, trabalhou durante quatro meses debaixo da estrutura e só desocupou o espaço na quarta-feira (28), para a inauguração da loja

Publicado em 29/10/2020 às 22h55
Marquise de loja desaba no Centro de Vitória
Marquise de loja desaba no Centro de Vitória. Crédito: Vitor Jubini

O ambulante Willian Barbosa de Oliveira, de 44 anos, que ficou ferido após o desabamento de uma marquise em Vitória na manhã desta quinta-feira (29), trabalhou durante quatro meses debaixo da estrutura e só desocupou o espaço na quarta-feira (28), para a inauguração de uma loja. Em entrevista ao G1 ES, na noite desta quinta-feira (29), ele disse que, no momento do acidente, aproveitava a sombra da marquise para se proteger do sol.

“Fiquei quatro meses trabalhando debaixo da marquise. Ontem que eu tirei a mercadoria, coloquei na banquinha do lado. Hoje, o sol estava quente, eu fiquei um pouquinho debaixo da marquise, na beiradinha. Se tivesse caído há mais tempo, eu estava morto, porque eu ficava ali no meio”, lembrou.

Um vídeo gravado por uma câmera de segurança flagrou o momento do acidente. As imagens mostram que, antes de o concreto desabar, uma estrutura metálica cai e atinge o vendedor na cabeça. Com o impacto, ele é jogado para trás e cai no chão. Até a noite desta quinta, Willian ainda não tinha assistido ao vídeo. Ele disse que não pretende ver as imagens e que quer esquecer o que aconteceu.

Willian Barbosa de Oliveira

Ambulante

"Eu só vi que apagou tudo. Me deu um impacto, me jogou, eu caí já sangrando. Quando percebi, já estava no chão. Fiquei consciente, mas me deu uma tonteira, apagou tudo, depois voltou ao normal. Agora quero esquecer"

Vendedor ambulante há aproximadamente 25 anos, ele trabalha no Centro de Vitória comercializando acessórios para celular há cerca de dez. Após passar por atendimento médico no Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), Willian se recupera em casa, em Cariacica, ao lado da família.

No hospital, ele passou por uma tomografia, fez curativos e levou pontos na boca e na cabeça. Agora, deve ficar em repouso até se recuperar dos ferimentos. “Estou cheio de dor, mas estou bem demais. Pelo menos, estou vivo”, disse.

Mesmo após o susto, ele conta que pretende voltar a trabalhar na região. "O perigo já passou", disse.

IMÓVEL FOI NOTIFICADO EM JANEIRO

De acordo com a Defesa Civil de Vitória, o imóvel onde a marquise desabou integra uma lista de 201 edificações que foram notificadas preventivamente para fazer manutenção e reparos na estrutura nos últimos dois anos. No caso da marquise, a notificação foi em janeiro deste ano.

“A notificação foi para manutenção preventiva e reparos preventivos e apresentação de laudo estrutural que atestasse a estabilidade das edificações. [...] Esse foi um caso notificado. O proprietário tinha ciência e sabia da necessidade de manutenção”, explicou o coordenador da Defesa Civil de Vitória, Jonathan Jantorno.

Queda de marquise no Centro de Vitória

Queda de marquise no Centro de Vitória
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito. Vitor Jubini
Queda de marquise no Centro de Vitória
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito. Vitor Jubini
Queda de marquise no Centro de Vitória
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito. Vitor Jubini
Queda de marquise no Centro de Vitória
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito. Vitor Jubini
Queda de marquise no Centro de Vitória
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito. Vitor Jubini
Queda de marquise no Centro de Vitória
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito. Vitor Jubini
Queda de marquise no Centro de Vitória
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito. Vitor Jubini
Queda de marquise no Centro de Vitória
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito. Vitor Jubini
Queda de marquise no Centro de Vitória
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito. Vitor Jubini
Queda de marquise no Centro de Vitória
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito. Vitor Jubini
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito
Marquise de uma loja de informática desaba na Praça Oito

O local, onde fica uma loja que foi inaugurada nesta quinta-feira (29) e estava em suas primeiras horas de funcionamento, foi interditado após o acidente e novamente notificado. Com a nova notificação, o proprietário tem um prazo para corrigir as irregularidades e entregar um laudo que ateste a estabilidade da edificação. A Prefeitura de Vitória fez a limpeza e retirada do material.

A prefeitura também informou que a fiscalização das fachadas e marquises é contínua e ocorre permanentemente em toda a cidade e que a responsabilidade de manter as marquises e fachadas em bom estado é do proprietário do imóvel.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Grande Vitória Prefeitura de Vitória Vitória (ES) acidente Centro de Vitória defesa civil

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.