ASSINE

Mel produzido em Viana abastece mercado de São Paulo

As colmeias, que já produziram 15 toneladas de mel em 2018, estão localizadas principalmente nas regiões rurais de Jucu e Baía Nova

Publicado em 02/11/2018 às 16h23
Viana já produziu 15 toneladas de mel neste ano. Crédito: Pixabay
Viana já produziu 15 toneladas de mel neste ano. Crédito: Pixabay

As mais de 20 toneladas de mel produzido por ano em Viana estão abastecendo o mercado da maior cidade país. O produto é vendido para duas empresas de São Paulo e tem se destacado no mercado nacional por seu sabor diferenciado e único. As colmeias estão localizadas principalmente nas regiões rurais de Jucu e Baía Nova, onde há uma reserva ambiental ampla, com plantas nativas que oferecem condições ideais para as abelhas produzirem mel silvestre sem utilização de agrotóxico.

Segundo o presidente da Associação Vianense de Apicultores (Aviapis) Maurílio Brandão, a expectativa é que a produção deste ano seja superior a de 2017. Até o momento, a produção vianense já está na marca de 15 toneladas do produto. “As condições climáticas estão favoráveis para nossa produção. Muitas árvores floresceram este ano e as abelhas, então, aproveitaram. Isso ajuda a manter a qualidade do nosso produto”, afirmou.

SEM AGROTÓXICO

A qualidade do mel produzido no município é um dos fatores de destaque. Ainda segundo o presidente da Aviapis, uma análise realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) de Santa Catarina, apontou que o mel de Viana é mais de 90% orgânico, ou seja, não utiliza agrotóxicos, hormônios, drogas veterinárias, adubos químicos, antibióticos ou transgênicos em qualquer fase da produção.

Um equipamento que vai potencializar a produção do mel em Viana, a Casa do Mel, será inaugurada no dia 08 de novembro, juntamente com a Usina de Compostagem. No local, os apicultores terão um lugar com toda estrutura necessária para a realização do trabalho: o espaço contará com recepção, salas de processamento, higienização, embalagem, banheiros, copa, sala para depósito de materiais químicos, entre outros.

* As informações são da Prefeitura de Viana

A Gazeta integra o

Saiba mais
são paulo viana são paulo viana

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.