ASSINE

Estrutura moderna e equipe treinada para fornecer óculos de qualidade

As Óticas Paris,  há 42 anos no mercado capixaba, dispõem de um dos laboratórios mais inovadores para atender aos clientes com bons produtos

Tempo de leitura: 2min
  • Óticas Paris

  • Estúdio Gazeta

    O Estúdio Gazeta é o time de produção de conteúdo para anunciantes da Rede Gazeta, com estrutura independente da Redação de A Gazeta/CBN.
Publicado em 30/12/2021 às 14h40
Óticas Paris
A Paris tem um equipamento que faz a leitura da armação dos óculos e corta a lente no formato exato. Crédito: Vitor Machado/Divulgação

Com DNA 100% capixaba, os parâmetros de qualidade das Óticas Paris não se limitam ao Espírito Santo. Para sempre estar à frente, a empresa que inova há 42 anos possui um dos laboratórios óticos mais modernos do Brasil para oferecer o melhor serviço aos clientes.

“A indústria de óticas está sempre estudando e se desenvolvendo. Então, buscamos sempre investir na nossa modernização”, conta a diretora executiva da Paris, Ana Luiza Azevedo. A renovação tecnológica acontece pelo menos a cada três anos, com a troca de todo maquinário pelos equipamentos mais inovadores do mercado.

Ana Luiza Azevedo

Diretora executiva das Óticas Paris

"Todas as lentes são personalizadas. Únicas para cada cliente. Tudo é calculado especificamente para as necessidades de cada pessoa"

A Paris é a única ótica do Espírito Santo que possui um equipamento que faz a leitura da armação dos óculos e corta a lente no formato exato.

COLABORADORES CAPACITADOS

Para potencializar o constante investimento em modernização e entregar óculos de excelência, Ana Luiza Azevedo explica que é necessária uma equipe capacitada. As Óticas Paris dispõem de cerca de 100 colaboradores, e todos eles passam por treinamentos frequentes.

“Cada produto tem uma especificidade e cada cliente possui uma demanda, então é importante que nosso consultor ótico passe por vários treinamentos. É imprescindível saber enxergar a necessidade do cliente, o tipo de óculos que cada um precisa”, pontua.

Óticas Paris - Ana Luiza Azedo, diretora executiva
A diretora Ana Luiza Azevedo ressalta que é imprescindível enxergar a necessidade do cliente. Crédito: Vitor Machado/Divulgação

Ainda de acordo com Ana Luiza, quando um funcionário é contratado, ele passa por uma imersão no laboratório e na biblioteca das Óticas Paris, em Santa Lúcia, na Capital, para conhecer todo o processo da ótica, de ponta a ponta. Após mergulhar nessas informações, o colaborador vai para uma das lojas, mas somente para observar o trabalho acontecendo. Por fim, o primeiro treinamento termina após duas provas para atestar a qualidade do serviço que será oferecido.

FOCO NOS LANÇAMENTOS

Além de equipe capacitada e modernização, é preciso também estar antenado às principais tendências para oferecer óculos de excelência. “Estamos sempre viajando para São Paulo e para a Itália para conferir os principais lançamentos. Também somos representantes de lentes conhecidas pela alta qualidade, como a alemã Rodenstock e a Varilux. Algumas marcas nos proporcionam ser a primeira ótica do país em lançamentos”, ressalta Ana Luiza Azevedo.

Este é um conteúdo de responsabilidade do anunciante.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.