ASSINE

Bolsonaro garante concurso para diplomatas em 2019

Certames acontecem desde 1996; remuneração inicial é de R$ 18.517,83

Publicado em 03/05/2019 às 18h55
Instituto Rio Branco vai abrir concurso para diplomatas. Crédito: Reprodução internet
Instituto Rio Branco vai abrir concurso para diplomatas. Crédito: Reprodução internet

O presidente Jair Bolsonaro confirmou a realização de um novo concurso para diplomatas em 2019 e nos demais anos de seu governo. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (3) durante a cerimônia de formatura dos aprovados no concurso para diplomacia, realizado em 2018.

Em seu discurso, o chefe do Poder Executivo orientou que os novos diplomatas trabalhem por um Brasil aberto aos grandes fluxos econômicos, conectados aos centros tecnológicos, e na defesa da democracia.

“Estudem as correntes de comércio e como aumentá-las, mas estudem também as correntes de pensamento. O mundo é um grande fluxo de bens e mercadorias, mas também é cada vez mais um grande fluxo de ideias, e são as ideias que determinarão as estruturas do poder político e econômico no futuro”, disse.

Bolsonaro pediu ainda que os novos diplomatas tenham humildade de reconhecer as limitações do Brasil e ousadia para trabalhar a fim de superá-las. “Busquem compreender o Brasil e defendê-lo e não permitam que nosso país seja definido de fora, com base em conceitos e interesses alheios”, orientou.

O presidente afirmou ainda que o governo manterá o concurso público anual que seleciona alunos para o Instituto Rio Branco, órgão de formação de diplomatas do ministério. A turma 2017-2019 do Instituto Rio Branco é composta de 30 diplomatas brasileiros, aos quais se somam sete diplomatas da Argentina, Cazaquistão, Guiné Bissau, Japão, Moçambique e Timor-Leste.

Os concursos para ingresso como diplomatas no Instituto Rio Branco, do Ministério das Relações Exteriores, são realizados uma vez por ano, desde 1996. A seleção é aberta a candidatos de nível superior completo em qualquer área. A remuneração inicial é de R$ 18.517,83, já incluindo o auxílio-alimentação de R$ 458.

 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.