ASSINE
Arquiteto, professor da Ufes e diretor do IAB/ES. Cidades, inovação e mobilidade urbana têm destaque neste espaco

Mobilidade deve ser tratada como motor para a arrancada da economia

Perdendo muito tempo nos deslocamentos diários, o trabalhador não só tem sua qualidade de vida comprometida, mas também se torna menos produtivo, o que, por sua vez, implicará numa menor atividade econômica em termos gerais

Publicado em 17/10/2019 às 05h00
Atualizado em 17/10/2019 às 05h00

Para ler essa matéria, junte-se a nós!

Conteúdo exclusivo para assinantes

R$ 1,99

* nos 6 primeiros meses. Depois pague R$ 19,90

Você pode cancelar quando quiser

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.