Dom, 23 de Janeiro de 2022
É doutor em Geografia, mestre em Arquitetura e Urbanismo, pesquisador do Instituto Jones dos Santos Neves e professor da UVV. Escreve às quartas

Duas instituições capixabas entre as melhores universidades do mundo

O Espírito Santo se faz presente no ranking das melhores universidades do mundo por conta do desempenho da Ufes e da UVV

Publicado em 28/07/2021 às 02h02
Data: 23/12/2019 - ES - Vitória - Ufes - Editoria: Cidades - Foto: Ricardo Medeiros - GZ
A Ufes configura no ranking das melhores IES desde 2019. Crédito: Ricardo Medeiros

No último dia 13 de julho foi divulgado um dos principais indicadores de educação superior do mundo, conhecido como ranking do Times Higher Education (THE). A referida medida é atualizada anualmente e considera um robusto conjunto de indicadores. As universidades são avaliadas em suas principais vertentes, a saber: ensino, pesquisa, citações, perspectiva internacional e transferência de conhecimento. Vale ressaltar que existem critérios de exclusão no mencionado ranking, ou seja, somente as melhores Instituições de Ensino Superior (IES) são consideradas nas classificações anuais do Times Higher Education.

Com base nas cinco vertentes aqui explicitadas, o portal do THE sintetiza um índice e apresenta a classificação internacional das melhores IES. Na edição de 2021 foram avaliadas mais de 1.500 instituições em 93 países e regiões. No ranking mundial se destacaram em primeiro, segundo e terceiro lugar as universidades centenárias de Oxford no Reino Unido, Stanford e Harvard nos Estados Unidos, sequenciadas em ordem. Essas são universidades tradicionais e dinâmicas. Oxford, por exemplo, possui mais de 920 anos de fundação.

No contexto da América Latina e do Caribe, avaliado pelo indicador THE, os três primeiros lugares identificados foram para a Pontifícia Universidade Católica do Chile, que recebeu a medalha de ouro, a Universidade de São Paulo (USP), que ganhou a medalha de prata, e a Universidade de Campinas (Unicamp), que ficou com o bronze. A referida universidade chilena tem mais de 130 anos de fundação, enquanto a USP possui 87 anos e a Unicamp 58 anos. Na América Latina, o Brasil foi o país com o maior número de universidades classificadas no THE. Foram 67 universidades brasileiras, a grande maioria IES públicas.

Espírito Santo se fez presente no ranking das melhores universidades do mundo por conta do desempenho da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e da Universidade Vila Velha (UVV). Essas instituições capixabas de excelência possuem, respectivamente, 67 anos e 45 anos de funcionamento.

Bem mais jovens do que outras IES centenárias. A Ufes configura no ranking das melhores IES desde 2019. A UVV se destaca entre as melhores universidades do mundo desde 2018, ou seja, pelo 4º ano consecutivo integra a conceituada classificação do Times Higher Education. Considerando as perspectivas avaliadas pelo ranking, a Ufes e UVV apresentam potencial para evidenciar ainda mais o ensino superior capixaba e brasileiro para a comunidade científica internacional.

Este texto não traduz, necessariamente, a opinião de A Gazeta.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Educação UFES UVV Ensino Superior

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.