ASSINE

Campanha do Ministério do Trabalho não sai como o esperado

Em resposta à pergunta 'O que é ser trabalhadora para você?', usuárias denunciaram machismo no mercado de trabalho

Publicado em 05/03/2018 às 20h04
Mulheres relataram experiências vividas em seus empregos. Crédito: Divulgação | Ministério do Trabalho
Mulheres relataram experiências vividas em seus empregos. Crédito: Divulgação | Ministério do Trabalho

No dia 8 de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher. O que era para ser uma campanha do Ministério do Trabalho para celebrar a data, acabou se tornando um meio pelo qual muitas usuárias denunciaram o machismo no mundo do trabalho.

> Ibope: 50% dos brasileiros acham que 'bandido bom é bandido morto'

“O mês da mulher chegou e o Ministério do Trabalho quer te ouvir. O que é ser trabalhadora para você?”, lê-se na postagem. Algumas respostas seriam selecionadas e compartilhadas na rede social do ministério, como o exemplo dado: “Ser trabalhadora é ir em busca de seus sonhos, superar obstáculos, vencer limites”.

Porém, diferentemente do caso exemplificado, a maior parte dos comentários na publicação foi de mulheres denunciando situações machistas pelas quais passaram em entrevistas de emprego e também em seus trabalhos.

A Gazeta integra o

Saiba mais
twitter

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.